Atualizado 04/04/2019

Vida Saudável abordando sobre ferritina elevada

A ferritina é uma proteína que armazena o ferro intracelular, e mantém-o em forma solúvel e não tóxica, sendo também responsável por liberar o ferro de forma controlada. As quantidades de ferritina no sangue estão ligadas aos estoques totais de ferro no organismo, sendo uma importante ferramenta de avaliação do estado nutricional do ferro. Quando há presença de alguma inflamação, há um aumento da sua síntese.

 

O nível de ferritina tende a se elevar para acomodar a reserva, quando há um aumento no suprimento de ferro.

 

Essa sobrecarga de ferro pode causar danos hepáticos progressivos, cardíacos, pancreáticos e danos em outros órgãos.

 

Cerca de 90% dos casos de ferritina elevada possuem um consumo de forma abusiva de álcool, doenças infecciosas ou autoimunes hepáticas e extra-hepáticas, e inflamatórias. Podendo ser encontrada em doenças do fígado, como hepatites virais e doença hepática gordurosa não alcoólica (DHGNA).  De 5 a 10% dos casos de ferritina elevada são por sobrecarga de ferro.

 

A doença não possui sintomas em si, mas podem ocorrer dependendo da doença que levou a elevação da ferritina.

 

Dentre as causas de um aumento dos níveis de ferritina no sangue estão: doença hepática não alcoólica, síndrome metabólica, síndromes inflamatórias, abuso de álcool e citólise (muscular ou hepática).

 

Na alimentação não há necessidade de exclusão de alguns alimentos fontes de ferro na alimentação, pois muitos deles possuem outros nutrientes fundamentais. Por exemplo, os vegetais que possuem ferro, eles são fontes de fitato que agem como inibidores de absorção de ferro. A recomendação do consumo de vegetais é de 200g ao dia, mas vegetais com folhas escuras, ricos em ferro, devem ser consumidos somente uma vez por semana. Evitar o consumo de vitamina C junto às principais refeições, pois aumentam a absorção do ferro. Carnes em geral são ricas em ferro, o consumo das mesmas deve ser reduzido, evitando grandes quantidades. Evitar o consumo de álcool, pois causa lesões ao tecido hepático, o que leva a um aumento na absorção do ferro. Evitar o consumo de frutos do mar ou peixes marinhos crus, por risco de infecções, que podem ser fatais. O cálcio, cafeína e fitatos contribuem para evitar a absorção de ferro, podendo ser consumidos juntamente com refeições que sejam ricas em ferro. Sendo estes os leites e derivados, café, chás, alguns cereais integrais.

 

Consulte o nutricionista e o médico para te orientar e para promover uma vida mais saudável e duradoura!

 

Esse foi o tema de hoje, para a próxima semana iremos falar sobre alimentação e sintomas de menopausa, para maiores informações consulte minha página no Facebook ou instagram nutricionista Everlin Massing, até a próxima!

 

 

FONTE:

BOEIRA, Luana; CUNHA, Gladis Frank da. Estudo exploratório de pacientes com índices elevados de ferritina (hiperferritinemia) atendidos em serviços de saúde no município de Bento Gonçalves – RS. Revista Interdisciplinar de Ciência Aplicada. Vol. 3 Nº 6, 2018.

BRASIL. Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e Síndrome Metabólica (ABESO). Evidências em Obesidade e Síndrome Metabólica nº 95, p.1-20, 2018

HOLLAND, Jeniffer; FERNANDES, Alessandra Barone Briani. HEMOCROMATOSE HEREDITÁRIA. Atas de Ciências da Saúde (ISSN 2448-3753), São Paulo, v. 4, n. 4, p. 51-65, dez. 2016.

LEÃO, Gioconda Dias Rodrigues. Análise das mutações C282Y e H63D no gene da proteína HFE em pacientes com hiperferritinemia. 2007. 184 f. Dissertação (Mestrado em Bioanálises e Medicamentos) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2007.

SANTOS, Paulo C. J. L.; CANCADO, Rodolfo D.; TERADA, Cristiane T.GUERRA-SHINOHARA, Elvira M.. Alterações moleculares associadas à hemocromatose hereditária. Rev. Bras. Hematol. Hemoter. [online]., vol.31, n.3, pp.192-202, 2009.

TONIAL, Cristian T.; et al. Disfunção cardíaca e a ferritina como marcadores precoces de gravidade na sepse pediátrica Jornal de Pediatria, vol. 93, núm. 3, p. 301-307, 2017.

 

© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções